TRE reprova contas da campanha da chapa eleita em Santo Antônio de Jesus

A coligação “A Força do Trabalho”,  composta pelo prefeito e a vice-prefeita, Rogério Andrade e Dalva Mercês, no município de Santo Antônio de Jesus, é mais uma chapa que teve as contas reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). A decisão do juiz Pedro Henrique Izidro da Silva foi baseada pela doação do montante de R$ 30 mil via pessoa jurídica, o que é proibido, de acordo com a Resolução 23.463/2015 que “dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos e candidatos e sobre a prestação de contas nas eleições de 2016”. Os integrantes da coligação afirmam que receberam a decisão eleitoral, divulgada nessa segunda (19), com “grande surpresa”. Isso porque a coligação detectou o equívoco na doação e informou à Justiça Eleitoral da cidade. O Ministério Público, em seu parecer, chegou a opinar pela aprovação das contas. No entanto, no entendimento do juiz, a justificativa de que houve erro do doador ou do Banco Bradesco não convence. “O candidato tinha plenas condições de saber a origem do valor doado, de qual conta ele provinha, pois, como dito, o CNPJ da pessoa jurídica figurou no extrato e a greve deflagrada pelos bancários já tinha se encerrado, o que aconteceu em 6/10/2016. Desse modo, era possível ter conhecimento da doação, operada em 11/10/2016”, diz o texto da decisão eleitoral. O magistrado pontua ainda que o dinheiro permaneceu na conta da campanha entre 11 e 20 de outubro deste ano, tendo ocorrido pagamentos de dívidas de campanha nesse período. A chapa eleita afirmou em nota que já disponibilizou sua Assessoria Jurídica para adotar as providências, a fim de reverter da decisão. Andrade e Dalva ressaltam que o processo não altera os trâmites para a transição do governo e para a posse no próximo dia 1º de janeiro.

Comentários

comments

0 Comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register