Venezuelanos estão impedidos de receber salário por falta de notas nos bancos

Milhares de venezuelanos estão impedidos de receber o salário, que é pago quinzenalmente no país, devido à falta de notas nos bancos, onde há vários dias se registram diariamente longas filas de clientes. As filas ocorrem na sequência da decisão do governo do presidente Nicolás Maduro de determinar a retirada de circulação das notas de 100 bolívares (Bs), que equivalem a 0,15 euros, as de maior valor existentes no país.

“Estive duas horas no Banco Plaza (propriedade de portugueses), para cobrar um cheque de 65 mil Bs (93,28 euros) e fui informado de que não dispunham de notas de 20, 50 nem de 10 Bs. Que apenas podiam pagar-me com notas de 5 Bs, o que significa que teriam que me entregar umas 13 mil”, explicou o mensageiro Juan Pérez à Agência Lusa. Com 45 anos de idade, o venezuelano explicou que teve que deixar o banco sem cobrar o cheque, porque “é demasiado arriscado, em termos de segurança, andar com tantas notas na mão”.

“É o dinheiro da minha quinzena (salário quinzenal) e não pude receber, tenho apenas uns 2 mil Bs (2,80 euros) e em notas de 100 Bs, que já ninguém recebe. Quando estava na fila houve um senhor que recebeu a sua pensão e ficou durante algum tempo a pensar se saía do banco com a bolsa, porque se percebia que era dinheiro”, relatou. Juan Pérez explicou que também tem uma conta no estatal Banco Bicentenário, mas que lá apenas entregavam 2 mil Bs aos clientes, em notas de 2,00 Bs.

Agência Brasil

Comentários

comments

0 Comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register